Grupo de encoxadores no Facebook confirma que a humanidade está perdida — página já foi denunciada à PF

por Pedro Katchborian | 13 março 2014

onibus_encoxar-abre

Como sempre, leio os tuítes e presto atenção em um assunto em comum na timeline: um tal de grupo de encoxadores. Sem saber o que é direito, vou procurar e jogo na busca. Até que alguém posta um link e vejo o que acredito ser a coisa mais tosca existente dentro da rede social de Mark Zuckerberg: um grupo no Facebook de “encoxadores e encoxatrizes de plantão”. Sim, é o que parece: gente que encoxa os outros no metrô, ônibus ou qualquer outro transporte público aka estupro. E ainda debate, posta vídeos e tudo mais.

Ao analisar os indivíduos que estão presentes (são 200 já) e as postagens, a gente tende a pensar que a humanidade está perdida. Pra se ter uma ideia do problema, veja uma das postagens:

encoxadores

Tem isso e muito mais: gente contando histórias, falando que foi “consensual” e existe até uma postagem que chama para um grupo no WhatsApp de encoxadores. Pra quem acha que essas coisas só existem na Deep Web, é melhor a gente ficar bem atento. É só fuçar que a gente encontra.

Esse tipo de grupo, inclusive, já existia muito tempo atrás, em várias comunidades no Orkut, como essa daqui. Lá, mais relatos detalhados de abusos sexuais, daquelas coisas de dar nojo só de ler.

Depois de descoberto, o grupo virou assunto e recebeu muitas denúncias, mas ainda está no ar. Há pessoas alegando que o Facebook disse que não há nada de errado com a publicação.

Alô, Facebook, é isso mesmo? Vocês tão deixando um grupo que conta histórias de estupro no ar? Vamos agir! Dá pra identificar cada uma das pessoas ali. Ajude você também e denuncie esse absurdo.

ATUALIZAÇÃO: Tanto esse grupo como vários  foram denunciados à Polícia Federal, nos conta Nubia Veturiano. Ela e o pessoal que descobriram a existência dos grupos está tomando providências legais. Portanto, não seria interessante agora que as páginas saíssem do ar, antes que a PF pudesse investigar os grupos e perfis. É importante deixar as provas no ar mais um tempo, então por mais raiva que dê (em todos nós) vamos segurar a mão nas denúncia para o Facebook e deixar com a polícia.

Quem escreveu:

Pedro Katchborian / @pedrokatch

é repórter do youPIX. Queria ser paleontólogo, mas virou jornalista.
veja + posts do autor

Comentários: