Nego faz meme de tudo, mas será que esse faz pensar ou é apenas racista?

por LEO MAIA | 23 março 2015

É horrível dar risada dessas imagens?

nego-que3

Qual foi o último meme, vídeo ou série de imagens que você recebeu por WhatsApp?

Nos últimos dias recebi algumas dezenas de imagens com a uma expressão “nego que…” que a gente usa sem maldades e preconceitos, servindo apenas para apontar um grupo de pessoas que costuma fazer alguma coisa. É a linguagem popular, a cultura oral… que quanto trazida pra um contexto escrito, acaba revelando uma dose grande de um preconceito que a gente acha que não tem ou não está lá.

Foi isso que aconteceu com esse meme “nego que”. A internet resolveu ilustrar essa expressão usando pessoas negras que passavam por situações semelhantes as das frases que acompanham a imagem. O resultado não é assim tão fácil de digerir, né?

nego-que6

Minha primeira reação foi pensar que estavam pegando pesado no meme, aquelas imagens claramente eram preconceituosas. Eu ri, porque, como muuuita gente, já falei que “nego fez alguma coisa”, mas nunca ninguém se ofendeu — além disso, foram amigos negros que compartilharam essas imagens comigo e um deles se fez meme.

 

Alguém pode me dizer se vou pro inferno ou não por ver graça nesse meme?
Tem nego achando que o meme é preconceituoso, mas tem negro que está apenas rindo das piadas. Encontrei o vídeo “Nego que acha que é racismo“, onde Felipe Neto e Daniel Molo discutem a origem da expressão “nego” e também trazem algumas opiniões sobre o meme. Vale o play.

 

São essas as imagens que estão compartilhando no WhatsApp e agora também chegaram no Twitter e no Facebook:  Clique pra continuar lendo

Infográfico: Como saber quando você foi ofendido na internet

por LEO MAIA | 20 março 2015

 

ofendido-internet

A internet é sem dúvidas um campo minado de ofensas, mais cedo ou mais tarde é certo que vamos esbarrar com alguma opinião que nos desagrada ou vão surgir comentários que definitivamente provam que o mundo está perdido. Só que as vezes o problema não está com os outros, pode ser que você não esteja em um dia bom e qualquer coisa já é o suficiente para te ofender.

Quando você estiver diante de uma situação desconfortável e prestes a lançar um textão no Facebook declarando o seu ódio pelo universo, conte até três e verifique se aquilo realmente foi uma ofensa.

Esse infográfico pode te ajudar:  Clique pra continuar lendo

7 sites que tem uma visão diferente sobre carreira e trampo

por Bradesco Universitário | 20 março 2015

publieditorial-youpixFoto: Debbie Corrano / Pequenos Montros
Foto: Debbie Corrano / Pequenos Monstros

 

Pra começar esse post a gente vai roubar uma frase incrível que lemos na página “Sobre” do EspaçoNave e que achamos que resume muito bem uma porção de coisas sobre o trabalho: “é através dele que me expresso criativamente, através dele que me relaciono com o mundo, que conheço pessoas incríveis e que evoluo e me desenvolvo como ser-humano”. Se tudo der certo, seu trabalho vai ser tudo isso, e não só um jeito às vezes não muito legal de ganhar dinheiro ou algo que todos temos que fazer quando ingressamos na vida adulta pós-universidade.

Hoje em dia tem espaço pra tudo: pra fazer o que ama, pra ser criativo, pra empreender, pra estudar mais, pra apenas ganhar dinheiro, pra fazer sabático, pra se reinventar, pra mudar paradigmas de mercados, pra trabalhar pelo mundo, pra trabalhar dentro de casa, pra chamar gente pra trabalhar na sua casa, pra inventar um novo mercado.

Pro nosso pânico e pra nossa alegria, as opções são quase infinitas e tudo muda a todo momento. Por isso, estamos listando aqui uma série de sites e iniciativas que merecem o seu bookmark, pois eles pensam e falam sobre novas maneiras de trabalhar e de enxergar o trabalho.

Se joga! Clique pra continuar lendo

StoryCorps, um museu de histórias contadas por pessoas comuns de todo o mundo

por LEO MAIA | 19 março 2015

StoryCorps-destaque

StoryCorps é o nome de uma organização sem fundos lucrativos, que desde 2003 se dedica a registrar, preservar e compartilhar histórias contadas por pessoas comuns e que moravam nos Estados Unidos.

O projeto começou em Nova Iorque, registrando apenas a voz das pessoas contando suas histórias com a cidade e sobre suas vidas, depois alguns áudios viraram animações em vídeo e agora já é possível deixar um registro em vídeo, tipo um vlog.

Eles já gravaram de tudo, entrevistaram Obama e até fizeram uma série com vítimas do atentado de 11 de setembro. Hoje o StoryCorps já fez mais de 50 mil entrevista, que envolveram mais de 100 mil pessoas de todos os estados americanos, tornando-se a maior coleção de vozes humanas já recolhidas.

Agora a organização quer alcançar novas pessoas e registrar histórias vindas de outros lugares do mundo e para isso criou um app para celular que permite que as pessoas façam seus registros sem precisar ir até uma cabine da empresa — é abrir o aplicativo, seguir as instruções, gravar sua história e compartilha-la com o mundo.

Lembrei daquelas capsulas do tempo, que as pessoas colocam cartas e objetos que só serão desenterrados no futuro. Só que nesse caso a surpresa das histórias não está programada apenas para o futuro, mas para quem estiver disposto a ouvir o que foi documentado por esse projeto.

Qual história você compartilharia com esse museu?

Clique pra continuar lendo

Tumblr do dia: “Manda nude”

por LEO MAIA | 19 março 2015

manda-nude-tumblr

A internet não quer ver apenas suas selfies e fotos artísticas, no Snapchat ou durante a madrugada no Twitter, o negócio é mandar nudes! Se você não sabe o que é nudes, relaxa parça que eu vou te explicar: Nudes foi o jeito carinhoso que a web encontrou para chamar aquelas fotos que você tirou sem roupa, mostrando tudo, a foto íntima.

Pedir nudes é o novo perguntar se tem cam ( ͡° ͜ʖ ͡°) 
No Twitter o termo “manda nudes” recebeu quase 3 mil menções e “nudes” foi tuitado mais de 177 mil vezes. Os pedidos são frequentes e a zueira não fica de fora deles, algumas pessoas além do pedido, mandam alguma foto engraçada ou fazem montagens.

Foi nessa de ser zueiro na hora de pedir nude, que nasceu o tumblr “Manda Nude” que pede fotos com a abertura da Sessão da Tarde, Esquenta, House Of Cards e outras várias ibagem levemente editadas. A vantagem é que você nunca vai receber um não de um pedido na zueira, porque se a nude não vier eu tenho certeza que uma boa risada não vai ser negada.

 

Agora eu tenho um pedido:  Clique pra continuar lendo

Assista agora: 4 vídeos pra você pagar de intelectual e arrasar nas discussões políticas!

por Wagner Martins | 18 março 2015

Estou convencido de que escolhi um bom ano para eliminar a TV da minha vida. Se já está confuso acompanhar os acontecimentos políticos no país pela internet, imagino o que eu estaria sofrendo se estivesse consumindo o que os canais de TV costumam servir para o público.

space_30

“Olhamos pra grande mídia como um meio que vai nos dizer o que importa,
mas ela nós dá, principalmente, conteúdo que vai nos excitar”.

space_30

Temos a tendência de ficar mais preocupados com o que aconteceu nas últimas 24 horas, mas pouco nos importamos com o que aconteceu nos últimos 500 anos. Não pretendo, com esta afirmação, chamar ninguém de burro, mas quando você passa a depender de Constantinos e Sakamotos para se expressar, tem algo muito errado.

A boa notícia é que, em um mundo pós-TV, está cada vez mais fácil estudar. Infelizmente para quem não entende inglês as opções são mais limitadas, mas logo o sistema de legendagem colaborativa do YouTube deve se popularizar e todo este conhecimento ficará mais acessível. Fica aqui o apelo ao canal The School of Life: POR FAVOR TRADUZAM O SEU CONTEÚDO! O povo brasileiro precisa de vocês! Clique pra continuar lendo

As melhores reações da internet ao fim da banda Restart

por LEO MAIA | 18 março 2015

Uma notícia pegou a internet de supresa, a banda Restart anunciou seu fim em um post no Facebook — todo mundo achava que já tinha acabado há alguns anos, então ficamos ainda mais surpresos.

fim-restart

Além da moda das calças e óculos coloridos, a banda deixou um legado para a internet. Você provavelmente já ficou muito chateado e disse que ia “xingar muito no Twitter” afinal, tudo isso era uma “puta falta de sacanagem”, essas duas frases vieram de uma entrevista com fãs revoltados porque não conseguiram ver o Restart em um show.

A gente perdeu as contas de quantas vezes os fãs da banda conseguiram colocar “Restart” nos trends do Twitter. E tem outra coisa, ninguém podia tuitar falando mal da banda, fazer isso poderia ser perigoso porque todos que gostavam da banda surgiam do nada te xingando muito.

Felipe Neto foi V1d4 L0k4 e disse que não fazia sentido gente colorida, ganhou haters para a vida e também mais de 6 milhões de visualizações em seu vídeo. Agora com o anúncio do fim da banda, Felipe lembrou dessa história com em alguns tweets e também deixou um conselho na foto de despedida do Restart:

Captura de Tela 2015-03-18 às 14.18.21

 

Veja a reação da internet ao fim da banda Restart: Clique pra continuar lendo

A inovação começa no coração #SXSW15

por Patrícia Marinho | 18 março 2015

Ontem foi o quinto e último dia do SXSWi. Hora de fazer um resumo. Eu poderia fazer uma lista de todas as inovações que vi por aqui. Afinal, isto é o que a maioria das pessoas que conhecem o evento espera. Mas este foi o meu quarto ano aqui e mais do que olhar para as tendências digitais do ponto de vista racional (para isto basta dar uma lida na cobertura dos mashables da vida sobre o evento), eu prefiro falar do ponto de vista emocional. Se eu tivesse que resumir os aprendizados do SXSWi em uma frase, seria esta aqui.

inovacaocoracao

A gente dá voltas e voltas na tecnologia, mas no fim o que importa são as pessoas, as conexões entre elas e o que as move. Não adianta achar que a tecnologia vai, sozinha, resolver os problemas do mundo. Clique pra continuar lendo

Dos Haptics aos Clones da Mente, o que vem por aí segundo os futurólogos do SXSWi

por Patrícia Marinho | 17 março 2015

robots_628

Depois de dois posts práticos, vamos para um post mais cabeça? Afinal, o SXSWi é famoso pela sua capacidade de apontar o THE next thing que vai acontecer na internet e aí é impossível não ver algumas das apresentações que apontam tendências. Algumas são sobre tendências mais imediatas, tipo qual é a plataforma ou a tecnologia que você deve prestar atenção em 2015. Outras são papos completamente malucos para os mortais como nós. Tipo, que tal você ter um clone da sua consciência?

Deixa eu começar pelas tendências imediatas. Vi uma palestra da Amy Webb, uma futurologista que ganha dinheiro dizendo para as empresas para onde elas devem olhar se quiserem estar antenadas com as novas tecnologias. Para uma sala lotada, ela falou as 5 mais importantes tendências digitais do momento. Vou citar 3: Clique pra continuar lendo

Você já foi convidado pro ‘Kiwi’ hoje? A internet está ficando doida com esse App

por LEO MAIA | 17 março 2015

Você provavelmente já deve ter recebido um convite no Facebook para usar um aplicativo chamado Kiwi Q&A. Eu recebi, achei que era mais um joguinho e tentei ignorá-lo, mas dezenas de notificação foram surgindo, o Twitter começou a comentar sobre o app e o incômodo gerado pelos convites. No fim do eu já sabia que Kiwi não era um jogo, mas um app para celular.

Instalei o aplicativo e descobri que era apenas mais uma rede social de perguntas e respostas, tipo aqueles cadernos que passavam na escola, ou o formspring.me que fez sucesso na época do Orkut e o mais recente Ask.fm. A diferença é que Kiwi Q&A é um aplicativo para celular, diferente dos outros que funcionavam no navegador – esse aplicativo também é esperto, manda essa notificação para todos os seus amigos, certamente esse foi o motivo de ter viralizado nesses últimos dias.

Todo mundo que foi cheio de expetativas achando que o aplicativo seria algo realmente incrível, acaba meio que frustrado com a falta de novidade. Os amigos que resistiram ao convite de usar o app, continuam recebendo notificação a cada novo conhecido que instala o Kiwi.

A coisa ficou tão maluca que “Kiwi” virou o assunto mais falado do Twitter — segundo o Topsy o nome do aplicativo foi mencionado mais de 86 mil vezes nas últimas 24 e já virou meme na rede social.


Quer saber o que a internet está achando do aplicativo? Se liga nesses tweets:

Clique pra continuar lendo