“Brasil Criativo”: vote nos melhores projetos e ajude a premiar a criatividade

por youPIX | 29 outubro 2014

brasilcriativo-abre

Além da simpatia, um outro adjetivo que é constantemente atribuido aos brasileiros é a criatividade. E ela está totalmente expressada no “Prêmio Brasil Criativo“, que premia novas ideias em 22 áreas de atuação e incentiva a economia criativa no país.

O prêmio é incrível e o mais legal é que você pode fazer parte do juri que vai escolher os projetos que estão ajudando a mudar a realidade do Brasil da maneira mais criativa. Eles acabaram de divulgar a lista dos projetos semi-finalistas e é só clicar aqui pra escolher os seus favoritos em categorias como Circo, Arte Digital, Artes Visuais, Cinema e Vídeo, Moda, Design e Arquitetura.

Você pode acessar todos os concorrentes pelo aplicativo do Brasil Criativo e votar no que você achou mais interessante em cada categoria. Os três mais votados de cada um vão para a próxima fase. Clique pra continuar lendo

YouTube anuncia mudanças polêmicas na monetização de canais que fazem parte de networks

por Pedro Katchborian | 29 outubro 2014

gorjetayoutube

Um dos principais problemas dos youtubers se refere a monetização, já que hoje em dia são muitos canais pra receber uma quantia não muito grande de grana.

Mas, até agora, a monetização rolava numa boa — pelo menos pros canais que estão em networks. Só que o YouTube anunciou algumas mudanças. Segundo a Fullscreen, canais com strikes poderão perder a monetização, mesmo que estejam dentro de networks, o que pode ser um problema pra vários youtubers. Clique pra continuar lendo

9 coisas que a internet mudará em nossas vidas na próxima década

por Kaluan Bernardo | 29 outubro 2014

header_startupi
nofuture

Esse ano, a internet completou 25 anos. Para comemorar, o instituto de pesquisas Pew Research, em parceria com a Elon University divulgou o estudo “Imagining The Internet Project”.  A pesquisa foi feita com 2.558 experts que deram seus palpites sobre como a internet deverá ser em 2025 e contempla nomes como Hal Varian, Vint Cerf e Marc Rotenberg.

Veja 9 tendências que deverão mudar nossas vidas — para o bem ou para o mal — até 2025:

 

1) Nossa percepção de mundo e comportamento será expandida
Nós teremos a Internet das Coisas, inteligência artificial e big data mais evoluídos. A combinação desses três elementos já leva nossa percepção muito adiante. “Nós teremos dados de como alguém gasta seu tempo, quais são seus hobbies, causas, amigos e família. Isso muda como nós pensamos sobre pessoas e como estabelecemos confiança e negociamos mudanças, falhas e sucesso”, escreve Judith Donath, do Centro Berman para Internet e Sociedade da Universidade de Harvard.

 

2) Compartilhamento de informações será algo tão natural que nem perceberemos
A internet será como hoje é a eletricidade — ela está tão presente, que por vezes nem nos damos conta. “Nós não pensaremos mais em ‘ficar online’ ou ‘procurar pela internet’, simplesmente viveremos online”, diz Joe Touch.

 

3) Dispositivos vestíveis irão transformar a medicina
Eles não só serão capazes de detectar doenças rapidamente, como também indicarão os riscos da doença. Isso poderá nos ajudar a mudar nosso estilo de vida o tempo todo, tomando mais cuidados com nossa saúde.

Clique aqui pra continuar lendo no Startupi >>>

 

 

youPIX vai ter um curso na TERA, a escola de quem aprende fazendo

por BIA GRANJA | 29 outubro 2014

tera_cursos

Eu sempre falo que se os seus pais não entendem exatamente o que você faz, muito provavelmente seu lugar é no youPIX. Até hoje tem gente que não compreende esse lance de trabalhar com internet, ganhar a vida fazendo blog, vídeo pro youtube ou aplicativo. A verdade é que todas essas profissões são novas e acabaram de ser inventadas pelas demandas e oportunidades de um mundo cada vez mais digital.

É um monte de gente que é dono de empresa de um homem só ou de poucos homens. Pessoas que tiveram um sonho, uma ideia, um insight e se transformaram em empreendedores de profissões que não são mais ensinadas nas grandes universidades. Por isso, escolas como a TERA, que acaba de ser lançada pelos amigos parceiros do Startupi, me deixam muito empolgada.

A TERA é uma escola livre feita por e para pessoas que aprenderam fazendo e que tem o espírito “Do It Yourself” na veia. Tem tudo a ver com a pegada do youPIX e de quem está usando a rede pra criar coisas incríveis. É díficil achar lugar bacana pra aprender mais, compartilhar mais e por isso a TERA faz tanto sentido.

Clique pra continuar lendo

Mas já? Divulgação do logo da Copa de 2018 gera memes

por Pedro Katchborian | 29 outubro 2014

barbeador-meme

A Copa no Brasil mal acabou, mas a gente já tá morrendo de saudade. Dos memes, dos comentários em tempo real, dos jogos…Estamos a 4 anos da próxima, que será realiza na Rússia, mas mesmo assim o evento já está tendo a sua dose da zueira.

Ontem foi divulgado o logo da competição e, assim como o da nossa Copa, não foi visto com bons olhos. Pra falar a verdade, eu até gostei, mas parece que a maioria das pessoas não curtiu muito. Se liga nos memes e reações: Clique pra continuar lendo

10 maneiras espertas de descolar um trampo usando a internet

por Bradesco Universitário | 28 outubro 2014

publieditorial-youpixvgaonline

Se você tá na faculdade hoje, é bem provável que esteja também naquela fase de ter que procurar um trampo, virar gente grande e fazer alguma coisa da vida que não seja passar o dia no Facebook. Porém, a gente sabe que a internet é o seu lar e que fazer qualquer coisa fora dos seus domínios é uma tortura pra você.

Que tal então unir as duas coisas e usar a web pra descolar um trampo? Além dos sites de busca de emprego mais óbvios – Trampos, Catho, Curriculum, Vagas, etc -, existem outras maneiras bem espertas pra descolar um trampo na web. Considerando que suas redes sociais estão em dia, atualizadas e redondas, veja abaixo outras dicas de como a web pode te ajudar a conseguir aquele emprego dos sonhos!

Clique pra continuar lendo

8 coisas que aprendemos sobre a web nessas eleições

por Ana Freitas | 28 outubro 2014

acabou

ACABOU!

É chegado o momento mais esperado por qualquer um que se atreveu a passar boa parte do tempo no Facebook discutindo política nas últimas semanas: o fim das eleições. Acho que falo por todos nós quando digo que estávamos exaustos e que nem importava mais quem ganhasse (rs até parece, importava sim!), eu só queria mesmo é que isso acabasse logo.

Na verdade, o cansaço não rola só por causa dos infinitos conflitos que rolam nos campos de comentários do FB. Ele acontece, também, porque nesse contexto, estamos consumindo muito mais informação, articulando melhor nossos pensamentos e opiniões e escrevendo muito mais. E como escrevemos! Só no Facebook a campanha eleitoral gerou mais de 594 milhões de interações. Essas coisas geram uma fadiga mental, mas são todas positivas e são apenas algumas dentre as heranças dessas eleições. O ~pleito~ também nos ensinou algumas tantas coisas sobre nossa relação com a web e até mesmo sobre a essência da internet social:

Clique pra continuar lendo

Impressão Digital: Alexandre Matias estreia coluna no youPIX

por BIA GRANJA | 28 outubro 2014

matias

A internet é cada vez mais tipo energia elétrica, né? Ela tá lá e a gente nem percebe. A não ser quando ela cai, claro. Daí a gente percebe MUITO e se desespera. Mas o fato é que o modus operandi digital define nosso dia-a-dia e a revolução acontece sem que a gente se dê muita conta, ela é silenciosa, mas muito, muito poderosa.

Pensar, refletir, analisar e opinar sobre essa revolução é um dos principais pilares do youPIX e o que a gente tem feito aqui no site e principalmente nos eventos, que reunem os principais pensadores e fazedores do digital brasileiro. Como eu sempre digo, a internet é um grande gerúndio, e a gente fica tentando estar entendendo o que se passa por aqui ao mesmo tempo que estamos estando vivendo essa coisa doida que a gente mal conhece e já considera pacas. É difícil e tem pouca gente produzindo inteligência sobre cultura de internet.

Assim, me deixa feliz da vida anunciar a estreia do Alexandre Matias como colunista e colaborador do youPIX. A história do Matias com a internet se confunde com a própria história da web no Brasil. Há 18 anos ele lançou o Trabalho Sujo, blog de variedades referência no cenário de cultura digital do país, e co-fundador d’O Esquema, uma das primeiras redes de blog do Brasil e ainda na ativa.

Faz mais de vinte anos que ele cobre cultura, comportamento, ciência e tecnologia nas mais diversas empresas e veículos. Ja passou pela editora Conrad (onde editou a revista Play), pela gravadora Trama (onde foi editor-chefe da agência Trama Universitário), pelo caderno Link do jornal O Estado de S. Paulo e pela revista Galileu. Além de produzir conteúdo, também faz consultoria, curadoria e produção de conteúdo para marcas como Red Bull, Flip, Campus Party, Itaú Cultural, Sesc Pompéia, Festival Eletronika (Belo Horizonte), Sónar São Paulo, Festival Internacional da Cultura Inglesa e Multishow (programa Urbano e Prêmio Multishow de Música Brasileira).

O cara é fera e, a partir de hoje, você vai passar a le-lo semanalmente aqui no youPIX em sua coluna “Impressão Digital“. A primeira – que você lê aqui – traz uma análise bem inteligente do que foi o debate político na web nessas eleições e do papel do ódio no amadurecimento democrático do país. Recomendadíssimo!

 

 

Você ainda vai usar uma moeda virtual

por Ronaldo Lemos | 28 outubro 2014

Production Of Bitcoins By Mike Caldwell of Casascius

Quando a Apple lançou sua nova geração de iPhones, há algumas semanas, muita gente ficou desapontada. A empresa que era líder isolada em inovação dessa vez pareceu estar a reboque. A grande novidade em hardware foi o tamanho dos aparelhos, que cresceram.

Mesmo isso foi cópia do que os concorrentes já vinham fazendo. Mas quem olhar com cuidado vai ver que uma verdadeira novidade estava no software, com o lançamento do Apple Pay, uma entrada de cabeça da empresa no mercado de pagamentos virtuais. Clique pra continuar lendo

[Impressão Digital] Eleições 2014: entre a zoeira e o rancor

por Alexandre Matias | 28 outubro 2014

A internet brasileira superpõe duas realidades – a onipresença do Facebook e a cara violenta do Brasil – rumo ao nosso amadurecimento político

coxinha_petralha

2014 foi um ano bem esclarecedor. Independentemente do resultado do time para quem você estava torcendo, Copa e Eleições em 2014 tiveram o tempero carregado da internet brasileira, metade zoeira, metade rancor. Milhões de brasileiros pendurados no Twitter ou no Facebook, fingiam que estavam trabalhando ou lendo mensagens no celular para ultrapassar o clichê dos 200 milhões de técnicos de futebol ou 200 milhões de analistas de política que a cada quatro anos nos incorpora.

O brasileiro online se move em hordas, grupos de conhecidos que gastam energia pegando pesado entre si e, muitas vezes, despejam bordoadas em semiconhecidos que só estão passando. A voracidade da presença do brasileiro na internet é comemorada não apenas na vice posição das maiores redes sociais do mundo mas também em hypes que vivem auges e depois desaparecem – como o Fotolog, o Formspring, o Old Reader e, aparentemente, há pouco tempo, o Ello.

Mas ela também é lamentada em jogos online por vários jogadores graças à sua natureza destrutiva – são famosos os clãs brasileiros que riem “huehuehuehue” e existem apenas para dizimar as construções de outros jogadores, sem motivo algum. O bullying online é constante nas redes sociais e isso traduz duas realidades que o Brasil vive ao mesmo tempo: a popularidade do Facebook e a história de violência do país.

Clique pra continuar lendo