Transforme suas fotos do Instagram em tattoos temporárias

por BIA GRANJA | 23 janeiro 2015

Eu tô meio viciada em tatuagem temporária ultimamente. Tem umas incríveis sendo vendidas por aí e virou uma modinha que eu tô curtindo sem medo. A última novidade na área é o site Picattoo (o nome é ruim, né? hahahaha), que transforma suas fotos do Instagram em tatuagem temporária.

Screen Shot 2015-01-23 at 12.57.38

Eles enviam pra todo lugar do mundo sem custo nenhum e pra fazer a sua é só acessar o site, escolher 12 fotos diferentes da sua conta (ou dos seus seguidores – não achei opção de usar foto de quem vc segue) e pagar os US$ 14,99 (se você usar o código PIC10 ainda tem 10% de desconto) pela cartela (dá pra usar cartão de crédito ou pay pal). Super fácil!

Alguns podem se perguntar: POR QUE?
Eu respondo: POR QUE NÃO?

Nossas fotos do Instagram contam pequenas histórias sobre a nossa vida e dia-a-dia… achei extremamente divertida e ideia de estampar isso na nossa pele de vez em quando. A tattoo dura 1 semaninha e se você escolher direitinho as fotos, pode acabar com uma tatuagem bem fofa que você sempre quis fazer e nunca teve coragem. Eu escolhi algumas frases marcantes que já publiquei no meu IG, foto do cachorro, do meu filho e alguns objetos com formatos bacanas.

Acho também que esse lance de imprimir tem a ver com uma matéria que publicamos outro dia sobre como, nessa era do hiperregistro, estamos voltando um pouco a querer guardar as coisas fisicamente. FAz um puta sentido!

:)

 

33 pequenos truques digitais que vão mudar a sua vida

por MAPFRE | 23 janeiro 2015

publieditorial-youpixtruquesdigitais

Você sabia que pode mandar inbox pra você mesmo no Facebook? E que pra ouvir o áudio do WhatsApp sem ser em viva-voz é só segurar o celular na orelha como em uma ligação normal? Ah, esse truque também serve pras mensagens de áudio do Facebook Messenger.

Pois é… existem vários pequenos truques digitais que a gente não sabe e que podem mudar completamenta a nossa vida. Por exemplo, saber que dá pra ouvir o áudio do ~ZapZap~ de maneira privada faz com que você não tenha que esperar um ambiente mais reservado pra ouvir a mensagem. E mandar inbox pra você mesmo no Face pode agilizar pra caramba sua vida na hora de salvar aquela matéria que você quer ler depois (inclusive, na versão mobile do Facebook tem um botão pra “enviar esse post por mensagem” que facilita ainda mais esse ato).

Fizemos um levantamento com a galera pra saber quais truques digitais ninjas eles usam no dia-a-dia e que podem servir pra todo mundo. Pode ser que você já conheça alguns deles, mas tem umas coisas super simples que talvez você nem se lembre que pode fazer. Se joga!

Clique pra continuar lendo

A melhor coisa da internet da semana: gifs da Glória Maria

por youPIX | 22 janeiro 2015

mVyx8uGciganadamorte

E desde hoje a tarde, o Twitter foi inundado com gifs da Glória Maria trazendo textos e comentários sarcásticos sobre as rainhas da pop music mundial, tipo Beyoncé, Katy Perry, Lady Gaga, Madonna e afins.

Os gifs nasceram no fórum da Pan, página criada pra reunir os fãs e participantes da antiga comunidade da JP no Orkut. O início da brincadeira rolou nesse post aqui de ontem e rapidamente inundaram o Twitter.

Não vamos nem investigar de onde saiu a ideia de pegar gifs da Glória Maria e mixar com frases sobre as rainhas do pop… a coisa é tão toscamente maravilhosa que virou conceito.

Olha aí!
Clique pra continuar lendo

Escola tenta agir naturalmente fingindo que notebook é iPad, mas acaba virando meme

por LEO MAIA | 22 janeiro 2015

siec_macbookipad

As vezes a galera erra a mão na propaganda e acaba conseguindo virar meme. Foi assim com aquele vídeo para vender imóveis em João Pessoa, onde uma família aparecia aproveitando todo o luxo e conforto do apartamento — menos Luiza, que estava no Canadá e que acabou virando um grande meme.

E depois da Luiza tiveram vários outros casos, o mais recente aconteceu no Facebook da Siec, uma escola do interior de Minas Gerais. Tudo começou com uma série de posts com alunos da escola usando o que deveria ser um iPad — DEVERIA, porque na verdade eles estavam segurando um Macbook Pro e agindo naturalmente como se fosse um tablet. Clique pra continuar lendo

Tumblr sofrência do dia: “Te amo, mas… adeus”

por LEO MAIA | 22 janeiro 2015

Talvez você queira ouvir Pablo enquanto lê esse post.

te-amo-adeus0

Fim de namoro é sempre um climão, ainda mais quando a justificativa para terminarem começa com “te amo, mas…” — porque as vezes nem o amor supera alguns vacilos que acontecem em um relacionamento.

O Tumblr “Te amo, mas… adeus” foi inspirado nessa frase e reúne vários motivos para dizer adeus. Se você estiver olhando o Tumblr encontrar alguma situação que te irrite profundamente, pode compartilhar com seu namorado. Sei lá, talvez servir como um alerta de vacilo — e se você que é o vacilão da história, só resta curtir o momento sofrência e depois correr pro Tinder.

 

Veja alguns momentos em que os vacilos foram maiores que o amor: Clique pra continuar lendo

Conheça o “Be My Eyes”, aplicativo que permite que você seja os olhos de quem não consegue ver

por LEO MAIA | 22 janeiro 2015

be-my-eyes

Quem tem algum tipo de deficiência visual sabe que algumas tarefas simples do dia-a-dia não podem ser executadas tão facilmente, como ler o rótulo de algum produto ou encontrar, sozinho, uma peça no guarda-roupas.

Para auxiliar deficientes visuais, um projeto sem fins lucrativos criou a “Be My Eyes”, plataforma que conecta voluntários e deficientes visuais. Em uma ligação por vídeo, deficientes e voluntários podem conversar e, à distância, resolver questões simples apontando a câmera do celular.

O aplicativo foi lançado essa semana e já recebeu mais de 81 mil inscrições de pessoas que querem ser voluntários e cerca de 13 mil deficientes visuais já foram auxiliados pela plataforma.  Clique pra continuar lendo

Youtube Space Brasil abre inscrições pro seu 1o ciclo de workshops

por youPIX | 21 janeiro 2015

workshop_youtubespacebr

São Paulo foi a 5a cidade no mundo a ganhar um Youtube Space pra chamar de seu. Demorou – já que o Brasil representa a 2a maior audiência do site de vídeos no mundo – mas em outubro do ano passado o Google lançou o espaço por aqui, em parceria com o Instituto Criar, ong de projetos audiovisuais do Luciano Huck (que, sabemos, está de olho no potencial do youtube como nova central de entretenimento).

A proposta do Youtube Space é ajudar os criadores de conteúdo a desenvolver seus talentos e canais, através da uma gama variada de helps: estúdio, equipamento audiovisual e de edição, cursos, treinamentos, eventos e afins.

Pois o Youtube Brasil acaba de anunciar a abertura das inscrições pro seu 1o ciclo de workshops, chamados de “Intensivão Youtube Space“. As aulas rolam nos dias 31 de janeiro e 01 de fevereiro e vão abordar estratégias para estruturar um canal de sucesso, técnicas pra garantir que seu conteúdo está preparado para performar bem no YouTube, noções básicas dos processo de monetização do YouTube e como produzir vídeos com pouca verba.Veja aqui o conteúdo do módulo do dia 31/janeiro e aqui do dia 01/fevereiro.

A parte boa é que QUALQUER CANAL pode se inscrever pra participar, não existe exigência de um número mínimo de inscritos, porém, as vagas são limitadas (apenas 15 lugares) e você precisa preencher um formulário dizendo de que forma você vai usar o conteúdo dos workshops no crescimento do seu canal. Os autores das melhores respostas serão selecionados pra participar.

SE INSCREVA —> clique aqui pra se inscrever!

 

 

 

 

 

“O Círculo” e por que desaparecer completamente da web seja necessário

por Ana Freitas | 21 janeiro 2015

The-Cirlce
“Tudo o que acontece deve ser conhecido”

 

Na última quinta, comecei a ler O Círculo, de David Eggers. Devorei o livro como não fazia há tempos com uma obra literária e terminei no sábado. No meio do caminho, senti angústia, revolta, falta de ar, um pouco de indignação e mais um pouco de vontade de pular pra dentro das páginas e enforcar a protagonista. Ah, e fiquei também um pouco repugnada por tecnologia por uns dias.

O Círculo é uma história distópica que se passa no nosso mundo, no mesmo ano. A única diferença é que, no livro, todas as grandes empresas de internet – Google, Facebook, Yahoo, Microsoft, Twitter, Apple, todo mundo – foram engolidas por uma única empresa, chamada O Círculo, que conseguiu acabar com o anonimato da internet e unificar os perfis de todos os usuários na rede.

A empresa é um monopólio privado de informação e controla 90% das buscas, a maior rede social, todos os serviços de armazenamento em nuvem, todos gadgets que registram informações sobre nós, e aí negocia esses dados, todos associados a nossa identidade, como publicidade com empresas. Rapidamente, a empresa prega que quem for apegado a privacidade certamente tem algo a esconder. “Transparência total” é o mote e o mantra é que “Tudo o que acontece deve ser conhecido”. E é aí que a história fica sufocante.

O Círculo guarda muitas semelhanças com o mundo em que vivemos, mas é uma caricatura, um retrato extremo – o plot falha em verossimilhança em muitos pontos. É, no entanto, um bem-vindo choque para nos fazer refletir e até temer – quanto de informação sobre nós disponibilizamos todos os dias, voluntariamente? E se isso fosse obrigatório? E se caísse em mãos erradas? Clique pra continuar lendo

Agência TransMídia: um podcast que te coloca dentro de uma agência de publicidade

por Renegados Cast & Geek Vox | 21 janeiro 2015

“Há muito amadorismo e pouco profissionalismo [no mundo do podcast]”

agenciatransmidia

O youPIX é um site que tem muitos fãs no meio publicitário e eles sempre estão atentos às últimas presepadas da web, contadas por aqui. Por isso, resolvi trazer um podcast muito especial para abrir nossos trabalhos em 2015 e que tem tudo a ver com esses leitores, o Agência TransMídia.

Imagine como seria estar na sala de brainstorm de uma agência onde é discutida uma continuação em anime para o famoso desenho “Caverna do Dragão”. Melhor ainda, quem não adoraria criar um filme 3D decente para o encanador mais famoso do vídeo games?

Pois é, no podcast Agência TransMídia um grupo de “funcionários” e freelas se reúnem para criar adaptações para grandes clientes fictícios, dando novos ares para séries como Assassin’s Creed, Thundercasts, Space Ghost e outras. Clique pra continuar lendo

Após 11 anos, fundador do 4chan abandona o site

por BIA GRANJA | 21 janeiro 2015

Screen Shot 2015-01-21 at 15.12.02

Cara, que triste! Chris m00t Poole, que fundou o 4chan há 11 anos quando tinha apenas 15 anos de idade, acaba de anunciar que vai se aposentar de um dos sites mais influentes da década e de uma das maiores comunidades online existentes.

Ao longo desses 11 anos e meio de operação, o 4chan acumulou mais de 1 bilhão de visitas e quase 2 bilhões de posts espalhados em 63 boards diferentes. Não foram poucos os méritos e deméritos da comunidade que se tornou uma espécie de bastião para o anonimato, condição que pode gerar encrencas mas que também, ao longo desse tempo, proporcionou um ambiente criativo e livre de egomanias para os participantes e, todos sabem, foi berço do “anonymous“, maior grupo hacktivista do mundo.

Em um post no próprio 4chan, m00t conta que após 11 anos e meio administrando SOZINHO mais de 20 milhões de usuários únicos por mês e lidando com os desafios, ônus e os bônus dessa tarefa… ele cansou. “Eu preciso de tempo longe pra conseguir descomprimir e refletir”, disse ele em seu post de despedida. Clique pra continuar lendo