VOX 2014: um debate sobre o futuro da comunicação

por Grupo RBS | 17 dezembro 2014

Você já pensou no valor do compartilhamento? Pensou que a verdadeira revolução talvez não seja tecnológica e sim do comportamento das pessoas?

publieditorial-youpix
vox_palco

Essas questões foram tema da discussão que rolou ontem em Porto Alegre, no Vox -The Joy of Sharing e que se propôs a provocar reflexões sobre como o comportamento humano tem mudado ao longo dos tempos.

O evento reuniu personalidades ligadas a inovação, literatura, jornalismo, artes, gastronomia e tecnologia pra falar das suas visões de mundo, de valor do compartilhamento e de futuro da comunicação. Entre os convidados para essa grande experiência estavam a jornalista Sônia Bridi, a chef Carla Pernambuco, o apresentador e empreendedor Luciano Huck, a empreendedora Bel Pesce, Lorraine Scarpioni do Bliive, Ronaldo Lemos, Marco Fisbhen do Descomplica, entre outros.

O propulsor dessa discussão ao longo do dia foi o documentário The Communication (R)evolution, encomendado pelo Grupo RBS e produzido pela cineasta e Diretora de Inovação e Linguagem da empresa, Flávia Moraes, que fez uma grande investigação com profissionais de diversas áreas e perfis, realizadas entre julho de 2013 e maio deste ano. Foram 150 entrevistas  em mais de 300 horas de gravação em vídeo, de Porto Alegre a São Paulo, de Nova York a São Francisco.

Pra construir essa visão, Flávia ouviu personalidades como Nick Bilton, colunista e repórter do New York Times; James Canton, futurista que colabora com a Casa Branca e com a Apple e é CEO do Institute of Global Futures; Roy Sekoff, fundador e editor do The Huffington Post; Ben Moskowitz, coordenador de novos programas do Mozilla e professor na Universidade de New YorK, Felipe Neto da Paramaker e também Bia Granja e Bob Wollheim, fundadores aqui do youPIX. Todas as entrevistas podem ser assistidas aqui e são verdadeiras aulas sobre o estado das coisas hoje e o que está por vir.

Das entrevistas com diversas das mentes mais brilhantes do mundo, saíram 11 premissas. Essas premissas, segundo a idealizadora, não são verdades absolutas, são ângulos através dos quais podemos tirar nossas próprias conclusões sobre o futuro da comunicação. Vocês podem conferir detalhes sobre as premissas a seguir: Clique pra continuar lendo